domingo, novembro 23, 2014

IMAGINÁRiO #532

José de Matos-Cruz | 24 Setembro 2015 | Edição Kafre | Ano XII – Semanal – Fundado em 2004

PRONTUÁRiO
PRODÍGIOS
Formando uma das mais fascinantes e talentosas duplas artísticas, na banda desenhada de expressão europeia, Schuiten & Peeters são também, entre nós, uma parceria quase mítica pela escassa obra publicada. Lembram-se As Cidades Obscuras - onde, em Brusel, vacila o estatuto do cidadão comum, pervertido pelas engrenagens da burocracia metropolitana. Ou A Menina Inclinada - aliás Mary Von Rathen que, tendo visitado o prodigioso Parque de Atracções de Alaxis, num ano utópico de 747, adquire uma estranha virtualidade ao partir em simulada viagem pelos astros - pois perde o aprumo comum, numa vertigem inexplicável entre o maravilhoso e a normalidade… Assim culmina a sumptuosa concepção / inventariação que Benoît Peeters (argumento) & François Schuiten (ilustração) recriam, desde 1981, n’As Cidades Invisíveis: fluxos históricos, ciclos civilizacionais, fantásticos desafios - em deslumbrante transfiguração, sobre um imaginário dramático e onírico, nas implicações românticas, surreais, através de estilizada arquitectura gráfica, com intemporais referências estéticas. IMAG.215-248-269-400-444-520
                       

MEMÓRiA

¯1881-26SET1945 - Bela Bartók: Compositor húngaro, representante da modernidade clássica - «A minha ideia pessoal, desde que sou compositor, é a fraternidade de todos os povos, não obstante todas as guerras e querelas. Tento, conforme as minhas capacidades o permitem, servir esta ideia na minha música; é por isso que não excluo qualquer influência, venha ela de fonte eslovaca, romena, árabe ou outra qualquer». IMAG. 128-213-236-316-335-435-519

¨1846-26SET1925 - António Cândido de Figueiredo: Escritor, filólogo e jornalista português, presidente da Academia de Ciências de Lisboa - «Eis-nos do sacrario às portas! / Irrompe a aurora vivaz, / e as sombras dormem atraz / no pó das gerações mortas! // Ao cego quem disse – vê – ? / Quem disse ao povo – caminha – ? / Quem abraça e acarinha / o que não ama nem crê? // Responde a voz da sciencia, / calando no coração / dos que levantam a mão / aos mundos da inteligência!» (Saudação - excerto). IMAG.374-478

¨1836-27SET1915 - José Duarte Ramalho Ortigão: Escritor e jornalista português - «A orientação mental da mocidade contemporânea comparada à orientação dos rapazes do meu tempo estabelece entre as nossas respectivas cerebrações uma diferença de nível que desloca o eixo do respeito na sociedade em que vivemos obrigando a elite dos velhos a inclinar-se rendidamente à elite dos novos» (Carta a Um Velho Amigo, João Amaral - 1914).

1822-28SET1895 - Louis Pasteur: Químico e microbiólogo francês - «A imaginação deveria dar asas aos nossos pensamentos, mas nós precisamos, sempre, de uma prova experimental decisiva, e, no momento de reflectir, de interpretar as nossas observações, e de concluir, a imaginação deve ser verificada e documentada pelos resultados da experimentação». IMAG.342-400

¸1931-30SET1955 - James Dean: Actor americano - «Se lograrmos vencer as diferenças entre a vida e a morte, se conseguirmos continuar a viver depois da morte, então talvez tenhamos sido alguém». IMAG.52-305-310
       
ANUÁRiO

¨45-125 - Plutarco: Escritor e biógrafo grego - «A sensatez, pelo que respeita aos bens da fortuna, explica-se de quatro modos: em adquiri-los, em conservá-los, em aumentá-los e em deles fazer um uso conveniente». IMAG.47-133

ANTIQUÁRiO

SET1865 - O número de candeeiros a gás colocados em Lisboa é de 2.806. Existem mais dois de iluminação por azeite. Neste mês, estão acesos 904.312 horas e 30 minutos.

VISTORiA

¨Na política a nossa história actual é a abdicação por inépcia de todos os foros e de todas as franquias de liberdade conquistadas pela geração que nos precedeu. Vede a representação nacional. O nosso parlamento tem muitos defeitos, mas todos eles procedem de um vício capital, irremediável, sem cura – a incapacidade intelectual para compreender o maquinismo do mundo moderno, perceber a lei das novas evoluções sociais, e debater com perfeito conhecimento do sistema da universalidade moral que nos governa os altos interesses do tempo a que pertencemos. Com menos eloquência, com menos ardor, com menos fé que em 1836 os actuais deputados da nação vivem ainda a equilibrar as velhas dúvidas pulverulentas e desengonçadas do estabelecimento do sistema parlamentar. No entanto no resto do mundo os acontecimentos científicos, sociais e políticos precipitam-se vertiginosamente, criando transformações que os antigos tempos não viam senão de uma gestação de séculos. Dentro de poucos anos a Itália unifica-se; a coroa de Roma cai da fronte do Papa; os Bourbons são expulsos da Espanha; os Bonapartes fogem da França; constitui-se o império alemão; a América emancipa os seus escravos; a Europa perfura o Monte Cenis e abre o canal de Suez; em Paris estala a revolução social que no primeiro dos seus relâmpagos abre um abismo de sangue; a classe operária agita-se por toda a parte, e o murmúrio, profundo como o do Oceano, que ela está fazendo na sombra, abala a confiança que tinha em si a propriedade e o capital, e obriga as classes médias, em cujo poder jaziam desde a revolução francesa os destinos da civilização, a lembrarem-se de que a realeza, o clero e a aristocracia tiveram sobre o mundo antigo, assim como a burguesia sobre o mundo moderno, o seu tempo de domínio; que uma lei histórica lhes arrancou o poder num momento, e que a hora do presente regime pode soar amanhã, assim como sucessivamente soou, irrevogável e fatal, a de cada um dos domínios que têm senhoreado a humanidade. Isto pondera-se, medita-se, discute-se em todos os parlamentos. Em Portugal sana-se a questão apagando as luzes e fechando à chave a sala das conferências democráticas. Têm os políticos portugueses alguma leve notícia do que se está passando no mundo? Ignoramo-lo. Os partidos avançados o que querem? Novas liberdades em uma Carta reformada e a máxima descentralização nos diferentes ramos da administração pública. Ora enquanto à liberdade está-se provando em cada dia que nem da que possuímos temos aprendido a usar. Enquanto à descentralização a civilização portuguesa pararia no dia em que a votassem. Quereis uma prova? Há distritos em que o número das escolas tem duplicado nos últimos anos; pois bem: o número dos alunos é igual ao do tempo em que as escolas eram de metade!
Ramalho Ortigão
- As Farpas (excerto, 1871)
           
PARLATÓRiO

¸Um actor tem de interpretar a vida e, para tal, deve estar disposto a aceitar todas as experiências que essa mesma vida tem para oferecer. Na verdade, ele deve procurar saber mais da vida do que ela deposita aos seus pés. No curto espaço da sua vida, um actor tem de aprender tudo o que é possível, experimentar tudo o que estiver ao seu alcance.
James Dean
               
CALENDÁRiO

¸ 1920-30AGO2014 - Andrew Victor McLaglen, aliás Andrew V. McLaglen: Cineasta americano, realizador de Chisum, o Senhor do Oeste / Chisum (1970) - Um western épico e empolgante, «dirigido com estilo e uma notável mestria, a par com uma deslumbrante fotografia de William H. Clothier» (The Warner Bros. Story). IMAG.179-257

¸ 1922-05SET2014 - Karel Cerny: Arquitecto checoslovaco, produtor de cinema e director de arte, distinguido com um Oscar por Amadeus (1984 - Milos Forman) - «Era dotado de um sentido intrínseco de combinar o jogo de actores com os cenários e o guarda-roupa» (Briana Cechova).

¯1928-07SET2014 - Milton Santos de Almeida, aliás Miltinho: Artista brasileiro, cantor de samba, autor de Mulher de 30 - «…Se Deus me deu, é porque eu mereço!».

¸ 1939-10SET2014 - Richard Dawson Kiel, aliás Richard Kiel: Actor americano, intérprete de Jaws em 007 - Agente Irresistível (1977) e 007 - Aventura No Espaço (1979) - «Fiquei bastante desconcertado com a descrição da personagem e, na altura, pensei que não precisavam realmente de um actor, porque ele é mais um monstro!».

¯30JUL1925-11SET2014 - Antoine Duhamel: Compositor e maestro francês, autor da banda sonora de Pedro, o Louco /Pierrot le Fou (1965 - Jean-Luc Godard) - «A sua música deu a identidade imortal, a alma invisível, a filmes míticos» (Fleur Pellerin).
                                                                                                        
¸ 11SET2014 - NOS Audiovisuais estreia Os Maias de João Botelho; sobre a obra de Eça de Queiroz, com Graciano Dias e Maria Flor. IMAG.1-68-168-189-236-243-326
 
11SET-23NOV2014 - Em Lisboa, Museu Bordalo Pinheiro apresenta Menezes Ferreira - Capitão das Artes; exposição de desenho humorístico, pintura, ilustração e obra gráfica do artista militar Menezes Ferreira (1889-1936).
 
¢12SET-30NOV2014 - Em Portalegre, Galeria de São Sebastião apresenta João Cutileiro - Trabalhos Recentes e Maquetes Para Sebastiões; exposição de esculturas e desenhos. IMAG.68

ü15SET-15OUT2014 - Em Lisboa, Mosteiro dos Jerónimos apresenta O Marrocos & a Europa - Seis Séculos Sob o Olhar do Outro; exposição de objectos, gravuras e manuscritos da colecção de Paul Dahan, com o patrocínio da Embaixada de Marrocos em Portugal.
                    
BREVÁRiO

¨Quetzal edita As Praias de Portugal - Guia do Banhista e do Viajante (1876) de Ramalho Ortigão (1836-1915). IMAG.19-52-90-91-125-148-199-205-208-242-251

¨Em Setúbal, Centro de Estudos Bocageanos / CEB edita Descrição da Arrábida do Padre Inácio Monteiro (Século XVII); transcrição, actualização do texto, prefácio e notas de António Mateus Vilhena e Daniel Pires, posfácio de José Eduardo Franco. IMAG.32-42-151-436-521


domingo, novembro 16, 2014

IMAGINÁRiO #531

José de Matos-Cruz | 16 Setembro 2015 | Edição Kafre | Ano XII – Semanal – Fundado em 2004

PRONTUÁRiO

REINCIDÊNCIAS
Akira Kurosawa (1910-1998) granjeou prestígio europeu em 1951, ao arrebatar o Leão de Ouro no Festival de Veneza para Rashomon - Às Portas do Inferno (1950), logrando novo expoente de sucesso com Os Sete Samurais (1954). Sobre o impacto destes dois filmes clássicos, mesmo nos Estados Unidos da América, basta lembrar que o primeiro motivou como adaptação livre O Ultraje (1964) de Martin Ritt, e o segundo precedeu Os Sete Magníficos (1960) de John Sturges. Ao citarem-lhe tais versões, Kurosawa comentaria, irónico, que também ele partiu de Macbeth no Trono de Sangue (1957), aliás voltando ao William Shakespeare de Rei Lear em Ran - Os Senhores da Guerra (1985)… Reivindicando que lhe interessa «contar histórias que se inspirem, livremente, na tragédia literária e universal», Kurosawa sublima afinal - num elã envolvente, fatídico, estrutural e significante - a aventura humana sob uma emergência dramática, estética e plástica, em que se transfigura o realismo fantástico.
                       
MEMÓRiA

¸25AGO1885-1967 - Georg Wilhelm Pabst, aliás G.W. Pabst: Cineasta austríaco, realizador de Lulu - A Boceta de Pandora / Die Büchse der Pandora (1928) - «Uma das obras-primas da sétima arte» (Público).

¸18SET1905-1990 - Greta Lovisa Gustafson, aliás Greta Garbo: Actriz sueca, naturalizada americana - «Sou o que o adolescente jamais encontrará, o que o velho procurou em vão durante meio século, o que a mulher desejava ter para segurar quem a deixou. Compreendem, então, por que me escondo? Não quero que os sonhos acabem». IMAG.35-51-181-230-270-473

1857-19SET1935 - Konstantin Tsiolkovsky: Físico russo, pioneiro no estudo da cosmonáutica - «A Terra é o berço da Humanidade, mas ninguém pode viver no berço para sempre!» (1982).

¨1923-19SET1985 - Italo Calvino: Escritor italiano - «A loucura é uma força da natureza para o bem ou para o mal, ao passo que a estupidez é uma debilidade da natureza sem contrapartidas». IMAG.51-439-482

¯1801-23SET1835 - Vincenzo Bellini: Compositor italiano, autor das óperas La Sonnambula (1831) e I Puritani (1835). IMAG.147-173-188-249-345-498

¨1920-23SET1975 - Ruben Alfredo Andresen Leitão, aliás Ruben A.: Escritor português - «A ânsia de matar tempo, de liquidar o espaço de dias entre um acontecimento e o que lhe sucede, transmite, tanto em casos de amor como em outros fins importantes, um estado de alma que se preocupa exclusivamente em atingir esse alvo previamente estabelecido. Não se pensa em mais nada. Semelhante à situação criada quando se sabe de antemão que se vai encontrar determinada pessoa que nos interessa muito. Fica-se incapaz de articular palavra, de estreitar vínculo com quem quer qu e seja que se nos atravesse no caminho. Está-se a viver em outrem, num estado fora da relação humana do dia-a-dia. Nem sequer ouvimos os sons, arrepiamos a pele ao tomar conhecimento consciente de notícias que já sabíamos de antemão pertencerem ao domínio público. Esta é também a ânsia do suicida que nada mais faz entre a decisão de cometer o homicídio e a prática do acto extremo.» (O Mundo À Minha Procura I). IMAG.52-406-478
     

CALENDÁRiO

¸28AGO2014 - Na Rua do Loreto, entre o Chiado e o Bairro Alto, reabre o Cinema Ideal - o mais antigo de Lisboa - com uma programação de filmes portugueses e europeus, e a reposição de clássicos da sétima arte. IMAG.523

09SET-04OUT2014 - Em Coimbra, Casa da Cultura expõe A Cadeira Que Queria Ser Sofá - Prémio Nacional de Ilustração 2012 - de Ana Biscaia. IMAG.310-416-430-509

04OUT2014 - Em Viseu, Galeria Municipal D. Miguel da Silva expõe Centenário de Jijé - aliás, Joseph Gillain (1914-1980), argumentista e ilustrador de banda desenhada, autor de Jean Valhardi (1941), distinguido com o Grand Prix Saint-Michel (1975).

VISTORiA
¨O homem que cavalga longamente por terrenos selváticos sente o desejo de uma cidade. Finalmente chega a Isidora, cidade onde os prédios têm escadas de caracol incrustadas de búzios marinhos, onde se fabricam artísticos óculos e violinos, onde quando o forasteiro está incerto entre duas mulheres encontra sempre uma terceira, onde as lutas de galo degeneram em brigas sangrentas entre os apostadores.
Era em todas estas coisas que ele pensava quando desejava uma cidade. Assim Isidora é a cidade de seus sonhos: com uma diferença. A cidade sonhada continha-o jovem; a Isidora, chega em idade avançada. Na praça, há o paredão dos velhos que vêem passar a juventude; ele está sentado ao lado deles. Os desejos são já recordações.
Italo Calvino
- As Cidades Invisíveis (1972 - excerto)

Vida Incipiente
¨O facto real da vida é que estamos de novo todos juntos sem se saber como nem porquê, é o imponderável que liga os seres e os deixa andar à deriva como pedaço de cortiça em praia batida pelo norte – o resto, se se quiser analisar, é uma babugem de relações sem eira nem beira ao deslizar da corrente que tanto vem dos outros lados do Atlântico como da disposição em cada um de nós. Os dias foram andando dentro de cada um de nós e na marcha de pormenores domésticos gastámos horas preciosas de nós mesmos. Acerca de comédias fizemos considerações pessoais e quando se tratava de analisar uma tragédia usufruíamos um gozo espiritual de dever cumprido sexualmente.
Passaram-se anos, também não sei quantos. Houve uns que casaram, outros que ficaram para ornamento ímpar de jantares familiares e ainda outros que se ambulanteiam pelas esquinas do vício à procura de óleo para uma máquina donde se desprendeu já a mola real do entendimento.
Afinal também não importa que o ritmo das coisas tenha sido o mesmo, se todas as coisas existem para um ritmo que lhes é íntimo à sua própria expressão de coisas. Houve sábados e domingos sextas e quintas segundas e terças e sempre uma quarta-feira a comandar no equilíbrio do princípio e do fim. Com os dedos mataram-se formigas que estavam fáceis ao alcance de um piparote e através das mãos fizemos a construção de novos dias. Cada um de nós teve uma história mais ou menos grande e mais ou menos importante para contar no seu íntimo. Às vezes eu lá encontrava um de nós para logo ter a impressão que se apoderava de todos uma moléstia sentimental de visão acabrunhada, e de história em história ou de pieguice para pieguice caminhávamos inúteis no amorfo de abatjours contemplativos.
Ruben A.
- Caranguejo (1954 - excerto)

BREVÁRiO

¸British Film Institute/BFI edita em DVD, Os Sete Samurais / Shichinin no Samurai (1954) de Akira Kurosawa; com Toshiro Mifune e Takashi Shimura.  IMAG.193-267

 A propósito da comemoração dos 500 anos do Foral de Soajo, Âncora Editora re-edita O Juiz de Suajo (1996) de José Ruy. IMAG.4-16-19-36-61-78-96-117-129-141-149-197-223-224-252-263-267-271-279-305-392-416-430-504-514

¯Universal edita em CD, sob chancel Decca, Johannes Brahms [1833-1897]: The Violin Sonatas por Leonidas Kavakos e Yuja Wang. IMAG.82-171-193-199-256-286-303-324-393-417-482

¯VGM edita em CD, sob chancela Arcana, Vertù Contra Furore: Musical Languages In Late Medieval Italy - 1380-1420 por Mala Punica, sob a direcção de Pedro Memelsdorff.
          
ANTIQUÁRiO

ü16SET1855 - Em Lisboa, são inauguradas as primeiras Estações de Telégrafo, no Terreiro do Paço, nas Cortes e no Palácio das Necessidades.

18SET1865 - Às treze horas, com o cerimonial devido, El-Rei D. Luis, El-Rei D. Fernando e o Infante D. Augusto entram no Palácio de Crystal, inaugurando a Exposição Internacional do Porto, em que participam mais de 3.000 expositores nacionais e estrangeiros.  IMAG.530
      




PARLATÓRiO

Por agora, os homens são fracos… No entanto, transformam a superfície terrestre. Em milhões de anos, o seu poder aumentará, até ao limite em que irão alterar a superfície da Terra, os oceanos, a atmosfera e eles próprios. Irão controlar o clima e o sistema solar, como controlam a Terra. Irão viajar para além dos limites do nosso sistema planetário. Irão alcançar outros Sóis e utilizar a sua energia vibrante, em vez da energia do seu astro moribundo.
Konstantin Tsiolkovsky
(1981)
              
EXTRAORDINÁRiO

OS SOBRENATURAIS
- Folhetim Aperiódico

ENTRE AS TERRAS DO SOL E O REINO DAS TREVAS - 4
 Heróica, Celeste resistira pela transcendência do seu amor, preservando-se então com um intenso apelo de relação corpórea. Materializado nesse anelo tão etéreo de correspondência - que assim, e uma vez mais, Hélio caprichara agora em lhe frustrar... De que valeria, pois, sacrificar-se numa vacilação de alma penada, sem esperança? Ai, Celeste era corroída pela melancolia.
Continua

quarta-feira, novembro 12, 2014

IMAGINÁRiO #530

José de Matos-Cruz | 08 Setembro 2015 | Edição Kafre | Ano XII – Semanal – Fundado em 2004

PRONTUÁRiO

SAGRAÇÕES
Quem pretende a morte da filha do rei Henrique I de Inglaterra? Um mercenário, Shane incumbe-se de esclarecer tal enigma, apesar dos perigosos obstáculos colocados por conspiradores misteriosos. Torna-se, assim, protagonista de uma tumultuosa saga de amor e de cavalaria, de ódios e de traições, de lágrimas e de sangue, a qual tem por enquadramento o Século XII… Eis os preliminares de Shane (1998), um fresco heróico configurado pela escola franco-belga, sendo autores Jean François Di Giorgio (argumento) & Paul Teng (ilustração). Lançada sob a prestigiosa chancela Le Lombard, a saga dos Plantagenetas combina acção romanesca e recriação histórica, através de peripécias realistas, ou alusivas. O primeiro tomo, L’Impératrice Sauvage inicia-se pelo Inverno de 1120, quando uma frágil embarcação é colhida pela tempestade em Gateville, acabando por naufragar junto à costa da Normandia, sobrevivendo Shane. Um envolvimento fluente e aliciante, vitalizado pelas características de cada personagem, tem correspondência num sugestivo estilo gráfico, com minuciosa reconstituição de atmosferas e arquitecturas.

CALENDÁRiO

¢25ABR-22SET2014 - Em Lisboa, Casa da Achada expõe Mário Dionísio [1916-1993]: Pintura Depois de 1974. IMAG.89-243-443

R1918-20AGO2014 - Bellur Krishnamachar Sundararaja Iyengar, aliás BKS Iyengar: Guru indiano, mestre de yoga, divulgador pioneiro no Ocidente, mentor do violinista Yehudi Menuhin, autor de Light On Yoga (1966) - Para ele, «o yoga era simultaneamente uma religião, uma arte e uma ciência, que permitia pôr em comunhão a mente e o corpo, a vontade e a disciplina, a meditação e o exercício» (Diário de Notícias).

¸1923-24AGO2014 - Richard Samuel Attenborough, aliás Richard Attenborough: Cineasta inglês, produtor, realizador (Gandhi - 1982) e actor (Parque Jurássico - 1993) - «Foi o homem mais adorável com quem tive o privilégio de trabalhar… Um príncipe» (Mia Farrow).

¯1953-24AGO2014 - Luís Pedro Fonseca: Compositor português (Sempre Que o Amor Me Quiser), cofundador dos Chinchilas ou de Salada de Frutas - «I’m ready to attract all things that are good, happy, and loving into my life /Estou preparado para receber todo o bem, felicidade e amor na minha vida».

¸28AGO2014 - NOS Audiovisuais estreia Sin City:Mulher Fatal / Sin City: A Dame To Kill For de Robert Rodriguez e Frank Miller; com Bruce Willis, Eva Green e Mickey Rourke. IMAG.2-24-27-28-38-40-51-71-72-98-144-145-193-209-240-517

µ05SET-02NOV2014 - No Centro Cultural de Cascais, Fundação D. Luís I expõe Luz Negra - exposição de fotografia de Robério Braga.
    
MEMÓRiA

¨11SET1885-1930 - David Herbert Lawrence, aliás D.H. Lawrence: Escritor inglês - «O amor é a flor da vida, que desabrocha inesperadamente, sem lei, e deve ser colhido onde for encontrado e vivido pela brevidade de sua duração». IMAG.50-58-280-401

¸12SET1925-2012 - Carlo Rambaldi: Técnico italiano de efeitos especiais para cinema, diplomado pela Academia de Belas Artes de Bolonha, animou King Kong (1976), sendo distinguido com o Oscar, e Duna (1984), aliando a mecânica e a electrónica. IMAG.420

¨13SET1885-1963 - Aquilino Ribeiro: Escritor português - «A força plástica e musical do mundo aquiliniano é admirável. A serra portuguesa, a aldeia patriarcal, o rebanho transumante, vivem nos seus livros como a vida flamenga e holandesa nos quadros dos grandes pintores dos Países Baixos» (Vitorino Nemésio). IMAG.50-128-147-163-172-192-203-239-278-279-342-420

¸1914-14SET2005 - Robert Wise: Realizador e produtor americano de cinema - «Considerando filmes que não tiveram o sucesso esperado, somos levados a questionar as razões que levaram o público a não confirmar tais expectativas». IMAG.34-55-111-139-268-272-281-373-415-443-482-494

NOTICIÁRiO

Exposição Internacional do Porto
Durante a Exposição Internacional do Porto, haverá diariamente entre Lisboa e aquela cidade comboios expressos, que percorrerão a distância entre aqueles dois pontos, 333 km, no limitado espaço de sete horas e cinquenta e oito minutos. Já é andar!
08SET1865 - Diário de Notícias
          
VISTORiA

¨ – As mulheres são tão felizes como os homens.
– Acha que sim? Os homens têm tudo o que querem.
– Penso que as mulheres deviam estar tão contentes por serem mulheres, como os homens por serem homens.
– Não.
Abanou a cabeça e repetiu:
– Não. Os homens conseguem tudo.
D.H. Lawrence
- Filhos e Amantes (1913 - excerto)

¨É com o sol – e o sol é o xerife sempre presente desta terra que, sem a Nossa Senhora do Rosário, padroeira, íamos dizer sarracena – que é preciso ver Olhão do alto da sua torre. Do moinho do Levante ao Mundo Novo, onde a telharia fresca de Marselha põe uma barra sanguínea, rola e flameja a alterosa procela de branco. Um zimbório vermelho, que emerge e sobe no ar como balão de arraial, a cúpula da Soledade, incerta se cobre igreja se mesquita, o vão negro das frestas e até o rasgão oblongo das ruas liquefazem-se no dilúvio de alvaiade.
O próprio areal da ria aparece marchetado de branco, das mil placas deixadas pela água da baixa-mar. E por cima da selva de mastros, que povoam a pequena angra azul, à espalda das esfumadas ilhas da Armona e da Culatra, longa esta e à flor das águas como um enorme cetáceo adormecido, lá onde céu e mar se confundem, tudo é uma toalha láctea, irisada dum leve, levíssimo matiz de oiro.
Aquilino Ribeiro
- Guia de Portugal (excerto)
 
PARLATÓRiO

¨Exerço uma actividade que um belo dia me pareceu tão honrosa como outra qualquer, a de rachar lenha, por exemplo…
A verdadeira língua viva é o povo que a faz…
A minha obra sou eu. Mas as personagens às quais procurei dar vida não são desdobramentos de mim mesmo. A identificação tem limites…
Que [o escritor] realize o mundo que traz dentro de si e é já alguma coisa.
Aquilino Ribeiro
(1935 - a Frédéric Lefèvre)
              
TRAJECTÓRiA

SIN CITY - CIDADE EM PECADO


¸Os criminosos controlaram sempre Basin City, sejam mafiosos, jogadores ou políticos. Até que Dame logrou assentar praça em Old Town, e as ruas da parte velha, na cidade em pecado, passaram a ser dominadas por essa vigilante criatura da noite. Os líderes marginais organizam-se, então, para alterar tal situação, e recuperarem Old Town. Para tanto, assalariam rudes mercenários e um sujeito de nome Dwight. De facto, este sabe algo que os seus patrões aprenderão da pior maneira. É que, por vezes, proteger um amigo significa liquidar uma série de gente… Sob insígnia da Dark Horse, assim o lendário Frank Miller re-apresentou Sin City, com nova perspectiva da pulsão urbana, violenta e inexorável. A partir de 1991, cada capítulo desta saga pós-moderna constituiu um flagrante virtual do complexo imaginário, em estilizado preto e branco, que tantos imitadores granjeou. A par com A Cidade do Pecado e Mulher Fatal, eis a inspiração de Robert Rodriguez - centrado «nas diferentes histórias morais e numa história de amor» - para a transposição de Sin City ao cinema, contracenando Mickey Rourke e Bruce Willis. Segundo Miller, The Big Fat Kill «é o lance mais tenso» do seu épico negro. Desde as primeiras aparições, o anti-herói Dwight «passou por várias mutações. Agora é um sem-lei, com novo rosto, receando apenas que, pelas impressões digitais, a polícia o identifique, procurado por assassínio. Mas, simbolicamente, tornou-se o protector de Basin City».
       
ANTIQUÁRiO

¸ 09JUN2005 - LNK estreia Sin City - A Cidade do Pecado / Sin City (2005) de Robert Rodriguez, Frank Miller e Quentin Tarantino; com Bruce Willis, Jessica Alba e Mickey Rourke.
     
BREVÁRiO

¨Antígona edita Mary Shelley [1797-1851] - Uma Biografia da Autora de Frankenstein de Cathy Bernheim; tradução de José Alfaro. IMAG.26-79-94-309-365

¯Universal edita em CD, sob chancela Decca, Antonin Dvorák [1841-1904]: Cello Concerto por Alisa Weilerstein e Ana Polonski, com Czech Philharmonic Orchestra, sob a direcção de Jir Belohlávek. IMAG.199-201-219-338-368-465-499
     
EXTRAORDINÁRiO

OS SOBRENATURAIS
- Folhetim Aperiódico

ENTRE AS TERRAS DO SOL E O REINO DAS TREVAS - 3
Quando Celeste não aguentou mais e decidiu-se, enfim, por um refúgio além das mágoas palpitadas do coração, tinha a ansiedade que Hélio assumisse, ele próprio, uma reunião sobrenatural. Contudo, o equívoco mancebo mantivera-se fiel às decepções esquivas. Furtivo ao enleio das Devesas, em que tinham crescido ambos, pela atracção desvairada do Porto.

Continua

quarta-feira, novembro 05, 2014

IMAGINÁRiO #529

José de Matos-Cruz | 01 Setembro 2015 | Edição Kafre | Ano XII – Semanal – Fundado em 2004

PRONTUÁRiO

ASSOMBRAÇÕES

O brutal assassinato de duas jovens (Theresa Banks, Laura Palmer) pelo mesmo homem (ser múltiplo, entre o pesadelo demoníaco e a alucinação expiatória), com ténues vínculos, temporais e realistas, enleia - em ritual terrífico - uma narrativa sensual, fragmentária, fascinante, sobre a malignidade e o sobrenatural, a culpa e a morte, o assombro e o tormento, a inocência e a redenção… Eis o preâmbulo de Twin Peaks (1989-1991) - uma série televisiva que subverteu todas as convenções, e estilhaçou em grande ecrã, sobre Os Últimos 7 Dias de Laura Palmer (1992), pela ironia macabra e estilizado requinte de David Lynch. Um inclemente transe de tensões e perversão, cuja latente inexorabilidade paira, paradoxal, até à própria sublimação pelo imaginário. Como transfiguração, entre as luzes e as trevas - onde, para sempre, há-de consumir o fogo dum inferno em que, volúvel, avassala a existência mais precária. Fragmentos do quotidiano, a iminência da tragédia, os estigmas do horror - na mesma distorcida pulsação duma paisagem, interior e cósmica - cujo envolvimento limítrofe, mas virtual, se explora sobre pequena comunidade, seus mundos insólitos e zonas ocultas.
       
CALENDÁRiO


¸16SET1924-12AGO2014 - Betty Joan Perske, aliás Lauren Bacall, aliás The Look: Actriz americana, casada com Humphrey Bogart, ícone de Hollywood, distinguida com um Oscar honorário (2009) - «Não gosto que me considerem uma lenda do cinema. As lendas são coisas mortas, e eu sinto-me bem viva». IMAG.35

24JUL-02NOV2014 - Em Lisboa, Museu do Design e da Moda/MUDE apresenta O Respeito e a Disciplina Que a Todos Se Impõe. Mobiliário Para Edifícios Públicos Em Portugal - exposição relativa ao Estado Novo (1934-1974).

¸1951-11AGO2014 - Robin McLaurim Williams, aliás Robin Williams: Artista e comediante do cinema americano, distinguido com o Oscar ao Melhor Actor Secundário por O Bom Rebelde (1997) - «Era único. Chegou às nossas vidas como um extraterrestre, mas conseguiu tocar todos os elementos do espírito humano» (Barack Obama). IMAG.255-365-412

¾1947-13AGO2014 - Emídio Arnaldo Freitas Rangel, aliás Emídio Rangel: Jornalista português, com actividade e funções directivas na rádio e na televisão, cofundador da TSF Rádio Jornal e da SIC Notícias - «Ajudou a fundar vários órgãos de informação, estando ligado aos novos rumos do audiovisual em Portugal e tendo marcado com o seu exemplo várias gerações de jornalistas» (Aníbal Cavaco Silva).

¸28AGO2014 - Midas Filmes estreia EAgora? Lembra-me de Joaquim Pinto; com Joaquim Pinto e Nuno Leonel. IMAG.172
   
VISTORiA

Amor Constante Más Allá de la Muerte

¨Cerrar podrá mis ojos la postrera
Sombra que me llevare el blanco día,
Y podrá desatar esta alma mía
Hora a su afán ansioso lisonjera;

Mas no, de esotra parte, en la ribera,
Dejará la memoria, en donde ardía:
Nadar sabe mi llama el agua fría,
Y perder el respeto a ley severa.

Alma a quien todo un dios prisión ha sido,
Venas que humor a tanto fuego han dado,
Medulas que han gloriosamente ardido:

Su cuerpo dejará no su cuidado;
Serán ceniza, mas tendrá sentido;
Polvo serán, mas polvo enamorado.
Francisco de Quevedo
 
MEMÓRiA


¨ 01SET1875-1950 - Edgar Rice Burroughs: Romancista norte-americano, criador de John Carter (1912) - «Comecei a escrever para me libertar… Para me libertar da pobreza». IMAG.37-149-204-224-267-297-384

1923-03SET2005 - Fernando Távora: Arquitecto português, precursor da Escola do Porto, mestre de Eduardo Souto de Moura - «Sujeitando, com grande radicalidade, a construção a uma composição de geometria elementar de eixos ortogonais e consequentes simetrias, nos planos horizontal e vertical, soltou um volume cúbico de grande nitidez, amaciado pela figuração de elementos estruturais à sua escala» (Alexandre Alves Costa - excerto). IMAG.56-432-447-514

¨ 04SET1905-1983 - Eileen Mary Challans, aliás Mary Renault: Ficcionista inglesa - «As mulheres iam cantando como o filho de Zeus fora conduzido para a toca do velho Sileno na floresta, que lhe ensinara a sabedoria, até ao dia em que, ultrapassando o seu mestre, ele descobrira o poder purpúreo da uva. Então, todos os sátiros vieram para o adorar, pelas alegrias e pelas fúrias que possuía. O cântico tinha um ritmo repetitivo, a dança andava em volta como uma roda em torno de um eixo bem oleado. Sozinho entre as árvores, o rapaz começou a dançar ao ritmo da música e a bater as palmas.» (Fogo do Céu). IMAG.50

¨ 1580-08SET1645 - Francisco Gómez de Quevedo Villegas y Santibáñez Cevallos, aliás Francisco de Quevedo: Ficcionista e poeta espanhol - «Da raivosa paixão que resulta do ciúme, só os ciumentos podem falar adequadamente. E será que mesmo os que a padecem são capazes de explicá-la? Como a devem rotular: Loucura furiosa? Inferno confuso? Verdugo do coração?». IMAG.291

¯1901-08SET1985 - Ivo Cruz: Compositor português, músico, professor de música - Pai de Manuel Ivo Cruz (1935-2010), reitor do Conservatório Nacional de Lisboa (1938-1971). IMAG.336-337-515
      
COMENTÁRiO

O PROFESSOR DISTRAÍDO

¸Concebidos para um determinado período de vivência artística e comercial, os filmes continuam a atrair sucessivas gerações de público. Mas, além dos circuitos culturais, da emissão televisiva ou da edição videográfica, mantêm uma mais-valia inestimável para as Companhias de produção: é o produto das remakes - uma nova fita baseada em história que, oportunamente, já tivera transposição no ecrã.
Habitual em Hollywood, tal estratégia teve tradicional sucesso sob o signo de Walt Disney, em imagem real - em 1997, reactivada por Flubber - O Professor Distraído (1997) de Les Mayfield, a partir da comédia romântica O Professor Distraído (1961 - Robert Stevenson). O papel de Fred MacMurray foi recortado por Robin Williams, ao estilo excêntrico que configurara como O Fabricante de Sonhos (1992 - Barry Levinson).
Um cientista brilhante mas despassarado, Philip Braynard paira em mais uma experiência radical, com o robô Weebo, a ponto de ir, pela terceira vez, faltar ao próprio casamento com a encantadora Sara, presidente da instituição onde ele é professor. Desta vez, com razão, pois acaba de criar uma prodigiosa substância - a que chama Flubber, e cuja aplicação fará voar objectos e pessoas, em velocidade extraordinária.
Apesar dos sarilhos ao ganhar vida própria, e atrair um rival de Brainard ou a ambição de outros malvados, Flubber pode ser a solução para os problemas económicos do Medfield College... Enquanto argumentista e produtor, o cineasta John Hughes explorou as especiais potencialidades da tecnologia actual, transferindo-as - de modo inventivo e interventivo - para um exuberante, caprichoso imaginário.

ANTIQUÁRiO

AGO1865 - O gás consumido neste mês, com a iluminação pública no concelho de Lisboa, importou na quantia de 4:017$850 réis.

¨ SET1865 - Está no prelo o primeiro volume de duas novas obras de Camilo Castelo Branco (1825-1890), o romance Luta de Gigantes e a novela A Sereia.  IMAG.27-31-41-87-111-113-145-146-161-171-179-180-185-209-227-236-237-244-256-277-293-328-370-389-390-414-421-432-453-497-507-520

¨ SET1865 - Neste mês, acorrem à Biblioteca Nacional de Lisboa 1.495 leitores, que pediram 2.219 volumes: 1.090 de história e literatura, 702 de ciências e artes, 392 de poligrafia, 35 manuscritos. A Biblioteca está aberta todos os dias, desde as 10 horas até ao sol-posto.
           
ANUÁRiO

ü1865 - Em Lisboa, a iluminação pública é de 2.654 lumes, além de 201 lumes em Belém. Contam-se em 10.558, as luzes das fábricas, das lojas e das casas particulares.

1864-1865 - Neste ano económico, a receita/despesa geral da Província de Cabo Verde - compreendendo a Guiné, Bissau e Cacheu - é: Receita - 163.686$229 réis: Despesa - 161.226$981 réis; Saldo a favor - 2.459$248 réis.
            
BREVÁRiO

¸Paramount edita em Blu-ray, Twin Peaks - The Entire Mystery (1989-1991) de David Lynch; com Kyle MacLachlan e Mädchen Amick. IMAG.74-90-222-331-462
                                                                                                 
¨Guimarães edita Memórias da MinhaVida e do Meu Tempo de Joaquim Paço d’Arcos (1908-1979). IMAG.219-230

¯Deutsche Grammophon edita em CD, The Romance of [Sergei] Rachmaninov (1873-1943) por Lang Lang. IMAG.412-457

¯Distrijazz edita em CD, Ludwig van Beethoven [1770-1827]: Diabelli-Variationen pelo pianista András Schiff.IMAG.134-163-202-204-210-228-229-236-237-239-255-268-285-298-303-323-360-375-384-409-430-431-432-436-442-445-452-458-481-502

¨Saída de Emergência edita Contos deAlgernon Blackwood (1869-1951); tradução de José Manuel Lopes, Susana Lopes Clara.